Sign In
WHAT'S!UP ME; Destaques
Oficina de Interiores de Cabina
 

 
A Oficina de Interiores de Cabina (OIC) atua como oficina de suporte à atividade da Manutenção de Aviões, nomeadamente em aeronaves imobilizadas no hangar ou, estando em operação, em ambiente de Linha.​

Nela se integram diversas especialidades técnicas, todas elas relacionadas com procedimentos de reparação e modificação de estruturas em compósitos ou em peças de plástico, de tecido, em pele natural ou artificial.

Nos aviões podemos encontrar compósitos em múltiplas partes da sua constituição, inclusivamente em peças da estrutura primária. Podemos reconhecê-los em superfícies de comandos de voo, em carenagens dos motores ou em painéis de concordância aerodinâmica e, dentro da cabina, nos estrados do chão, nas bagageiras, nos painéis decorativos, nas estruturas dos lavabos e das galleys e outros mais.

A atividade da OIC incide exatamente na reparação destes componentes em espaço oficinal ou, diretamente sobre o avião.

As reparações podem ser realizadas de forma diversa, cumprindo sempre os requisitos definidos pelos fabricantes ou pela Engenharia da TAP.


 

A título exemplificativo, simplificando a diversidade de atividades que fazem parte da lista de capacidades da OIC, destacamos três tipos de intervenções bem frequentes.

Em peças cuja estrutura construtiva se baseia no modelo monolítico (justaposição de camadas muito finas de tecido em fibra de vidro ou carbono, agregadas, em vácuo, pela aplicação de uma resina conglomerante), as reparações são feitas pelo método da remoção das camadas afetadas pelo dano, criando um padrão de afundamento na espessura do material e reposição das novas camadas (patch) por tecido novo até à configuração original, com restituição da resistência estrutural de projeto.


 

Em peças com estrutura do tipo sandwich, concebidas com um núcleo leve em ninho de abelha e consolidada pelo revestimento exterior em compósito, as reparações implicam a remoção do revestimento, substituição do núcleo afetado por um novo ninho de abelha e aplicação de novo revestimento, agregado ao conjunto pela aplicação de uma resina. Casos existem em que é permita a injeção direta de resina sobre o núcleo, utilizando perfurações no revestimento, num padrão convenientemente definido.

 

Para cumprimento destes processos de reparação, os técnicos dispõem de ferramentas e equipamentos apropriados para a função. Um deles tem a particularidade de garantir as condições requeridas pelo processo de cura - aplicação de vácuo e aquecimento na zona intervencionada, onde quer que seja necessário realizar a tarefa. A forma carinhosa como o mesmo é designado pelas equipas, a Anita, não passa da designação comercial do mesmo.


 

Outra atividade que gostaríamos de realçar, nesta breve apresentação da OIC, prende-se com a recuperação de vidros em acrílico da cabina de passageiros e do cockpit.

Estes vidros sofrem, pela exposição às condições de operação, processos de degradação que concorrem para a sua opacidade, por micro fissuração. Recuperá-los significa remover espessura ao vidro, dentro dos limites previstos em manual, até desaparecerem as micro fissuras. O processo de reparação consiste na realização de um procedimento de desgaste da superfície integral do vidro, controlado automaticamente, começando com a aplicação de discos de lixa mais abrasivos, produzidos com micro grãos de diamante, até ao polimento final para garantia de total transparência.


 

Para além destas, um conjunto vasto de outras atividades são desenvolvidas nas OIC, algumas das quais estão ilustradas nas imagens que se seguem e representam: a reparação de componentes de motores e APUs, o recorte e remate de alcatifas e a reparação de redes de porão.


 

A requalificação do espaço oficinal

Com toda esta diversidade de ações técnicas, em dimensões e materiais variados, a OIC inaugurou, em 2015, uma unidade industrial constituída por uma cabina de lixagem, uma cabina para aplicação de adesivos e uma sala limpa, todas dispondo de condições adequadas para a realização das tarefas associadas à função - controlo de ruído e exposição a poeiras e gases nocivos, controlo de temperatura, humidade relativa e nível de poeira no ar, para reparações em compósitos.


 

Mais recentemente, preparando-se para os novos desafios que se avizinham, utilizando as metodologias divulgadas no âmbito da Melhoria Contínua, num esforço colaborativo entre as Áreas de Logística e de Produção, a OIC deu continuidade ao programa de requalificação do espaço oficinal iniciado em 2014, donde resultou um novo layout, mais amplo e desimpedido, capaz de garantir o movimento de peças e pessoas, sem criar constrangimentos que afetem o rendimento do trabalho. Com este plano foi possível melhorar as condições de iluminação das áreas de trabalho, recuperar o chão da nave, dando-lhe um tom claro e brilhante, assim como uma nova pintura das paredes.


                                Antes:                                                               Depois:


 

Os espaços passaram a ter objetivos bem definidos, identificados e delimitados por linhas coloridas no chão e a execução do trabalho passou a ter um caráter de maior mobilidade, estando prevista, para a próxima fase do projeto, a criação de bancadas de trabalho móveis, suportadas por sistemas móveis de ferramentas e materiais para uso nas reparações.

O espaço de trabalho ficará, desta forma, continuamente adaptado à diversidade de formas e dimensões das peças, criando um fluxo de entrada e saída, cadenciado com o processo de manutenção do avião em hangar.

Ao consolidar todas estas ações, procedimentos de organização e identificação das “coisas” – “um lugar para cada coisa, cada coisa no seu lugar” conforme referido pela metodologia 5S do LEAN – garantimos mecanismos práticos para a conservação do espaço, para a preservação das condições de trabalho e para a satisfação de pertencer a esta equipa.

 

Rui Jorge

Gestão de Processos e Melhoria Contínua - Manutenção de Aviões da TAP ME


​​
 

04 dezembro 2019

Clique para abrir

22 abril 2019

Clique para abrir

11 dezembro 2018

Clique para abrir

09 novembro 2018

Clique para abrir

04 outubro 2018

Clique para abrir

07 setembro 2018

Clique para abrir

05 julho 2018

Clique para abrir

20 junho 2018

Clique para abrir

06 junho 2018

Clique para abrir

07 maio 2018

Clique para abrir

13 abril 2018

Clique para abrir

05 março 2018

Clique para abrir

20 fevereiro 2018

Clique para abrir

05 fevereiro 2018

Clique para abrir

22 janeiro 2018

Clique para abrir

08 janeiro 2018

Clique para abrir

22 dezembro 2017

Clique para abrir

07 dezembro 2017

Clique para abrir

24 novembro 2017

Clique para abrir

20 novembro 2017

Clique para abrir

10 novembro 2017

Clique para abrir

27 outubro 2017

Clique para abrir

13 outubro 2017

Clique para abrir

29 setembro 2017

Clique para abrir

15 setembro 2017

Clique para abrir

01 setembro 2017

Clique para abrir

31 julho 2017

Clique para abrir

21 julho 2017

Clique para abrir

17 julho 2017

Clique para abrir

07 julho 2017

Clique para abrir

28 junho 2017

Clique para abrir

23 junho 2017

Clique para abrir

12 junho 2017

Clique para abrir

02 junho 2017

Clique para abrir

26 maio 2017

Clique para abrir

12 maio 2017

Clique para abrir

08 maio 2017

Clique para abrir

28 abril 2017

Clique para abrir

13 abril 2017

Clique para abrir

31 março 2017

Clique para abrir

17 março 2017

Clique para abrir

03 março 2017

Clique para abrir

17 fevereiro 2017

Clique para abrir

02 fevereiro 2017

Clique para abrir

19 janeiro 2017

Clique para abrir

05 janeiro 2017

Clique para abrir

22 dezembro 2016

Clique para abrir

08 dezembro 2016

Clique para abrir

24 novembro 2016

Clique para abrir

10 novembro 2016

Clique para abrir

27 outubro 2016

Clique para abrir

13 outubro 2016

Clique para abrir

04 outubro 2016

Clique para abrir

29 setembro 2016

Clique para abrir

15 setembro 2016

Clique para abrir