Sign In
Destaques; WHAT'S!UP; WHAT'S!UP ME; WHAT'S!UP IT; WHAT'S!UP Cabin Crew; WHAT'S!UP Flight Crew
Correr atrás de um sonho

​​Pedro Rui Silva iniciou a sua carreira na aviação comercial como copiloto de Embraer 145 na Portugália, de 2004 a 2006 e, em 2006, concorreu ao concurso público de admissão de pilotos e ingressou na TAP.

Defensor de um estilo de vida saudável, Pedro participou no Campeonato Mundial Ironman, que decorreu no dia 14 de outubro, no Havai, a mais importante prova anual de triatlo onde as inscrições são conquistadas por qualificação ou através de um sistema de lotaria. A WHAT’S|UP esteve à conversa com Pedro para descobrir o que implica participar numa prova desta magnitude e como se concilia com uma profissão exigente.

Linha de partida

O interesse por desporto não nasceu com Pedro. Descreve-se, em 2014, como uma pessoa sedentária e com excesso de peso que, após deparar-se com algumas fotografias suas, tomou a decisão de dar a volta à sua vida: “comecei a fazer algumas corridas de poucos quilómetros e fui aumentando a distância aos poucos e, claro, alterei toda a má alimentação que fazia.”

Mais tarde, incentivado pelo Comandante Miguel Palma, Pedro participou numa meia maratona, experiência que acabou por adorar: “Assim que terminei a prova inscrevi-me logo noutra e nunca mais parei. Mas a corrida provoca muitas lesões principalmente para quem tem excesso de peso; então, decidi diversificar o treino e comecei a fazer triatlo. Comecei por provas pequenas, mas como não nado muito bem, dediquei-me as provas mais longas para ter tempo de recuperar o tempo perdido na natação nos segmentos de ciclismo e de corrida.”

Em 2016 Pedro participou na final do mundial de Ironman 70.3, na Austrália, prova que superou com sucesso e que o incentivou a um novo objetivo: a qualificação para a final do mundial de Ironman no Havai: “Em abril fiz o meu primeiro Ironman na África do Sul, distância completa, (3,8 quilómetros a nadar, 180 quilómetros a pedalar, 42 quilómetros a correr) e consegui qualificar-me logo na primeira prova que fiz, com 9h36m. Fiquei em 10º lugar do meu age-group de 366 atletas.

Os preparativos

Treinar para provas longas requer tempo e muitos quilómetros de treinos”, refere Pedro. Os preparativos, esses, não começariam da melhor maneira: no final de agosto deste ano foi atropelado, causando uma tendinite na perna esquerda que implicaria um mês e meio de recuperação, com paragem completa dos treinos. Este incidente teve implicações não só físicas mas também psicológicas, embora o corpo tenha reagido bem aos tratamentos: “muito se perdeu na paragem, não só a performance física mas também a confiança, pois um dos avisos dos médicos seria que a tendinite poderia reincidir. Fui para o Havai condicionado, cheio de receios mas recuperado.”

Uma prova da magnitude e exigência do Ironman requer, aos seus participantes, abrir mão de muita coisa. O cuidado com a alimentação e o tempo despendido nos treinos que, inevitavelmente, se reflete no tempo passado com família e amigos são referidos por Pedro: “Toda a alimentação tem de ser pensada ao pormenor, cada treino tem de ser rentabilizado ao máximo e o tempo de recuperação entre treinos tem de ser respeitado para que tudo funcione. Por vezes torna-se complicado respeitar tudo, principalmente porque para além da profissão de piloto, onde a alimentação no avião e o jet-lag não ajudam nada, também sou pai de família e tenho os meus deveres domésticos como marido e pai...é aqui que realmente temos de gerir muito bem o tempo livre e temos de contar com o apoio de todos em casa. Dormir cedo e levantar cedo é a chave do Ironman, para aproveitar o dia ao máximo.

A prova

Já no Havai, a prova começou por correr como esperado, na perspetiva de Pedro: “uma natação menos boa, pois saímos 1700 atletas todos a nadar ao mesmo tempo num espaço reduzido.” A bicicleta, descreve, é “de loucos: o percurso é rodeado de lava preta e o sol aquece muito o chão. A meio do percurso o vento é bastante forte e empurra todo o calor na direção do mar. Juntando a isso uma temperatura de 34 graus e uma humidade de 80%, faz com que a sensação térmica seja acima de 42 graus.” Estas condicionantes fizeram com que Pedro cometesse aquele que considera o seu primeiro erro por falta de experiência: na transição da natação para bicicleta calçou meias, para proteger os pés, que molhava a cada 12 quilómetros para baixar a temperatura do corpo: “os meus pés "cozeram" literalmente durante cinco horas dentro dos sapatos da bicicleta. Aos 120 quilómetros comecei a sentir um desconforto na parte de baixo dos pés e apercebi-me que estavam cheio de bolhas. Baixei o ritmo na bicicleta e conclui o segmento de ciclismo, fiz a transição e comecei a maratona. Consegui correr bem até aos 17 quilómetros com dores suportáveis, mas a partir dali a dor intensificou-se e parecia que estava a correr sobre brasas.”

Desistir ou continuar

Apesar das adversidades, Pedro optou por continuar, alternando entre caminhar e correr. A cinco quilómetros da meta, e com o incentivo de saber que chegaria ao final da prova, deu o tudo por tudo, não obstante as dores: “Fiz 11h07, mas concluí a prova. Apesar de ser o meu segundo Ironman, não é um tempo que me orgulhe muito, mas trouxe o prémio de ter concluído a prova.”

Conciliar duas paixões: maratona e aviação

Conciliar duas paixões tão exigentes pode ser complicado mas, para Pedro, a equipa que o acompanha faz a diferença, “desde o meu treinador Paulo Conde da Ironconde Triathlon Academy, a ajuda da minha esposa e do meu filho. A chave de tudo está na rentabilidade do tempo livre e no descanso. A aviação requer um estudo contínuo e no meio desta azáfama toda não nos podemos esquecer que a nossa profissão é ser piloto de linha aérea TAP, sempre seguindo os parâmetros elevados de segurança e rigor que a companhia exige.”

E para o futuro?

Em 2018 Pedro tem já agendada a corrida Trail, em Beja, organizada pelo Comandante Filipe Campelo e cujo dinheiro das inscrições reverterá a favor do agrupamento de escoteiros 234 de Beja.

A nível profissional, Pedro está prestes a abraçar um novo desafio aos comandos das nossas aeronaves, passando para comandante de médio curso algo que, considera, lhe tirará alguma da disponibilidade para treinar, mas que não o impedirá de correr atrás da sua paixão: “não irei parar, talvez me dedique a provas menores de meio Ironman: 1,9 quilómetros nadar, 90 quilómetros a pedalar e 21 quilómetros a correr. Veremos o que o futuro reserva, mas gostava de voltar um dia a Kailua Kona para melhorar o tempo que fiz nesta edição.”

 

22 abril 2019

Clique para abrir

11 dezembro 2018

Clique para abrir

09 novembro 2018

Clique para abrir

04 outubro 2018

Clique para abrir

07 setembro 2018

Clique para abrir

07 agosto 2018

Clique para abrir

05 julho 2018

Clique para abrir

20 junho 2018

Clique para abrir

06 junho 2018

Clique para abrir

07 maio 2018

Clique para abrir

13 abril 2018

Clique para abrir

05 março 2018

Clique para abrir

20 fevereiro 2018

Clique para abrir

05 fevereiro 2018

Clique para abrir

22 janeiro 2018

Clique para abrir

08 janeiro 2018

Clique para abrir

22 dezembro 2017

Clique para abrir

07 dezembro 2017

Clique para abrir

24 novembro 2017

Clique para abrir

20 novembro 2017

Clique para abrir

10 novembro 2017

Clique para abrir

13 outubro 2017

Clique para abrir

29 setembro 2017

Clique para abrir

15 setembro 2017

Clique para abrir

01 setembro 2017

Clique para abrir

31 julho 2017

Clique para abrir

21 julho 2017

Clique para abrir

17 julho 2017

Clique para abrir

07 julho 2017

Clique para abrir

28 junho 2017

Clique para abrir

23 junho 2017

Clique para abrir

12 junho 2017

Clique para abrir

02 junho 2017

Clique para abrir

26 maio 2017

Clique para abrir

12 maio 2017

Clique para abrir

08 maio 2017

Clique para abrir

28 abril 2017

Clique para abrir

13 abril 2017

Clique para abrir

31 março 2017

Clique para abrir

17 março 2017

Clique para abrir

03 março 2017

Clique para abrir

17 fevereiro 2017

Clique para abrir

02 fevereiro 2017

Clique para abrir

19 janeiro 2017

Clique para abrir

05 janeiro 2017

Clique para abrir

22 dezembro 2016

Clique para abrir

08 dezembro 2016

Clique para abrir

24 novembro 2016

Clique para abrir

10 novembro 2016

Clique para abrir

27 outubro 2016

Clique para abrir

13 outubro 2016

Clique para abrir

04 outubro 2016

Clique para abrir

29 setembro 2016

Clique para abrir

15 setembro 2016

Clique para abrir