Sign In
  • home
  • destaques
  • Paulo Barbosa é o novo Diretor de Inflight Services
Destaques; WHAT'S!UP; WHAT'S!UP ME; WHAT'S!UP IT; WHAT'S!UP Cabin Crew; WHAT'S!UP Flight Crew
Paulo Barbosa é o novo Diretor de Inflight Services

Paulo Barbosa acabou de aterrar na TAP, para ser o responsável na recém-criada Direção de Inflight Services, que reportará diretamente ao Diretor de Operações de Voo (DOV) da Companhia, mas em contacto próximo com o Vice-Presidente de Operações (COO - Chief Operational Officer).

Natural do Rio de Janeiro, mostrou-se, na entrevista que deu à WHAT'S|UP, entusiasmado com a sua chegada à companhia aérea que sempre ligou o seu país – o Brasil – a Portugal e à Europa. Sorriu ao falar da luz de Lisboa e prometeu uma relação de proximidade com os tripulantes.

 


Fale-nos do seu percurso profissional, até chegar à TAP.

A minha jornada na aviação começou há aproximadamente 31 anos atrás, quando comecei a trabalhar na Varig. Naquele momento, a Varig era uma empresa nacional do Brasil e nessa altura, ainda muito jovem, percebi que tinha entrado para uma coisa que era a minha verdadeira paixão: a aviação. 

Da Varig, depois de poucos anos, passei para a British Airways, onde passei por grandes momentos na empresa. Foi o momento inicial da privatização e em seguida vários movimentos e mudanças aqui na Europa como um todo. Assisti à criação e consolidação de várias empresas aéreas e à formação dos grandes grupos. 

Nesse longo trajeto da empresa, assisti também ao aparecimento das empresas low-cost, inicialmente as do médio curso e, mais recentemente, as de longo curso. As grandes empresas do médio oriente começaram, entretanto, a ganhar força na Europa.

Assim, podemos ver que foi um trajeto longo. Foram 30 anos de carreira e sempre com o foco na importância dos tripulantes de cabina neste processo de transformação e de criação de uma realidade nova, de satisfação máxima dos nossos clientes.

É com muito orgulho que chego agora à TAP, preparado para enfrentar este novo desafio e para assumir o novo cargo.


Ao longo destes anos, manteve-se como Comissário de Bordo. De que forma é que esta experiência o ajuda neste trabalho direto com os tripulantes?

Eu acho que sempre foi uma coisa essencial e manteve-se uma coisa essencial durante toda a minha carreira. Foram 31 anos de voo, e apesar de grande parte desse período ter trabalhado na área da gestão das tripulações, em escritórios internos, sempre mantive a minha licença de voo, e foi precisamente a entrar nas aeronaves que pude sentir-me próximo dos tripulantes, ouvir as suas questões e entender, em foco e in loco, aquilo que eles passavam. São os tripulantes que me ajudam a criar essa relação muito próxima que faço questão de manter com eles.


Considera, então, importante, que exista uma relação de proximidade entre si e os tripulantes? De que forma está a planear criar esta relação?

Considero fundamental. Nós, todos juntos, os tripulantes, Administração, e a Direção de Inflight Services, vamos trabalhar para criar uma situação muito nova e muito mais promissora, para nós como grupo e para a empresa, que tem o objetivo de crescer e de ter mais clientes, não só nas Américas, como também em África e em várias outras partes do mundo.

Quero começar por ouvir os tripulantes. Estou a programar visitas aos TTA de todas as bases e viagens a bordo dos nossos aviões, para conhecer a minha nova equipa, ouvir o que têm para dizer e ver como trabalham, podendo assim avaliar melhor as suas necessidades. 

Quero manter abertos os canais de comunicação entre mim e os tripulantes. Por isso, vou também responder a todas as questões colocadas através do linhadireta@tap.pt, quer por resposta direta, quer abordando as questões na rubrica mensal que vou passar assinar na newsletter What’s|UP dirigida ao PNC.


A sua experiência na British Airways é de muitos anos. De que forma é que vai ser útil para esta nova realidade da TAP?

Os meus anos na British Airways forjaram a minha forma de entender como funciona uma companhia aérea europeia. Entendo as companhias europeias e a mentalidade europeia, apesar de diversa entre os seus vários países. É toda uma forma de vida, é uma forma de focar que vai certamente ajudar-me muito. Ajudou-me muito a perceber a importância da multiculturalidade, porque foi na British Airways que aprendi a trabalhar com uma outra cultura. Passei os últimos 30 anos da minha vida a trabalhar com outra cultura. Acho que isso me enriqueceu muito e que, seguramente, me vai ajudar bastante a trabalhar com os portugueses.


Qual era a visão que tinha da TAP antes de aceitar o convite para este novo cargo?

A visão que eu tinha da TAP foi sempre a de uma grande empresa, a maior empresa europeia que tinha laços com o Brasil. Era sempre com muito carinho que eu via amigos e família a viajar para Portugal e a escolher a TAP como primeira opção, não só pelo idioma, mas especialmente pelo carinho e o amor com que as pessoas são acolhidas a bordo. Isso sempre me marcou.


Por fim, uma pergunta mais pessoal. Quem é o Paulo Barbosa? O que gostaria de dizer aos tripulantes sobre si?

O Paulo Barbosa é apaixonado pela aviação. Desde criança, eu gostava de ficar sentado no jardim da minha casa a ver os aviões a aterrar e a descolar. Adoro o sol, adoro este céu azul de Lisboa, adoro caminhadas. Isso é o Paulo Barbosa. É aquele que é apaixonado pela aviação e que adora olhar para o céu azul.

 

 

05 julho 2018

Clique para abrir

20 junho 2018

Clique para abrir

06 junho 2018

Clique para abrir

07 maio 2018

Clique para abrir

13 abril 2018

Clique para abrir

05 março 2018

Clique para abrir

20 fevereiro 2018

Clique para abrir

05 fevereiro 2018

Clique para abrir

22 janeiro 2018

Clique para abrir

08 janeiro 2018

Clique para abrir

22 dezembro 2017

Clique para abrir

07 dezembro 2017

Clique para abrir

24 novembro 2017

Clique para abrir

20 novembro 2017

Clique para abrir

10 novembro 2017

Clique para abrir

27 outubro 2017

Clique para abrir

13 outubro 2017

Clique para abrir

29 setembro 2017

Clique para abrir

15 setembro 2017

Clique para abrir

31 julho 2017

Clique para abrir

21 julho 2017

Clique para abrir

17 julho 2017

Clique para abrir

07 julho 2017

Clique para abrir

28 junho 2017

Clique para abrir

23 junho 2017

Clique para abrir

12 junho 2017

Clique para abrir

02 junho 2017

Clique para abrir

26 maio 2017

Clique para abrir

12 maio 2017

Clique para abrir

08 maio 2017

Clique para abrir

28 abril 2017

Clique para abrir

13 abril 2017

Clique para abrir

31 março 2017

Clique para abrir

17 março 2017

Clique para abrir

03 março 2017

Clique para abrir

17 fevereiro 2017

Clique para abrir

02 fevereiro 2017

Clique para abrir

19 janeiro 2017

Clique para abrir

05 janeiro 2017

Clique para abrir

22 dezembro 2016

Clique para abrir

08 dezembro 2016

Clique para abrir

24 novembro 2016

Clique para abrir

10 novembro 2016

Clique para abrir

27 outubro 2016

Clique para abrir

13 outubro 2016

Clique para abrir

04 outubro 2016

Clique para abrir

29 setembro 2016

Clique para abrir

15 setembro 2016

Clique para abrir