Sign In
  • home
  • destaques
  • TAP Cargo – balanço de 2016 e estratégias para 2017
Destaques; WHAT'S!UP; WHAT'S!UP ME; WHAT'S!UP IT; WHAT'S!UP Cabin Crew; WHAT'S!UP Flight Crew
TAP Cargo – balanço de 2016 e estratégias para 2017

A reunião anual de vendas da TAP Cargo, que decorreu ontem em Lisboa, juntou toda a estrutura de vendas da TAP Cargo para avaliar os resultados do último ano, aproveitando ainda para abordar as estratégias para 2017.
 
Presente em vários pontos do mundo – desde os mercados tradicionais da Companhia, como o Brasil e a Europa, aos mais improváveis, como o Bangladesh – a TAP Cargo reúne anualmente os seus agentes de vendas, que têm aqui a oportunidade de apresentar mais detalhadamente o seu mercado e de contribuir para a delineação da estratégia para o ano.
Mais do que uma reunião de trabalho – essencial para concertar o trabalho de todos – este evento anual é também uma oportunidade para que pessoas que trabalham em conjunto, mas espalhadas por todo o mundo, se reencontrem ou até que se conheçam pela primeira vez (como é o caso de alguns agentes de vendas), falem do negócio de forma mais informal e estabeleçam assim relações de trabalho mais fortes .​


FOTO1(1).jpg

Equipa TAP Cargo

 

José Anjos é Diretor da TAP Cargo há 10 anos, onde lidera um total de 85 pessoas em todo o mundo. Com formação em Engenharia Eletrotécnica, passou por várias áreas da Companhia – onde trabalha há 30 anos – desde a manutenção ao handling, passando pelo controlo operacional. À WHAT’S|UP, fez um balanço do negócio nos últimos anos e falou das apostas estratégicas para os próximos.

foto2(2).jpg 

José Anjos, Director da TAP Cargo

 

"A Carga é o segundo negócio da TAP"

O negócio da Carga decorre, necessariamente, a par do transporte de passageiros, em termos de estrutura e atividade, tendo em conta o espaço de porão disponível para este efeito. Visto por vezes como uma área de logística – necessária para a atividade – o negócio da Carga é muito mais do que isso, existindo essencialmente para fazer vendas e gerar receita.
O transporte aéreo de carga é sempre um negócio muito lucrativo para a Companhia, de acordo com José Anjos: “Tem níveis de rentabilidade sempre muito elevados e, portanto, é um negócio muito interessante: quanto melhor correr, maior será o benefício que a Empresa vai ter com ele.”
 
A Carga sofreu alguma recessão nos últimos anos, a nível mundial, reflexo de uma ligeira redução na procura a par de uma maior oferta global de espaço nos aviões. Ao mesmo tempo, e como qualquer negócio, também este está dependente da economia dos mercados onde atua. No caso da TAP, as crises vividas nos últimos anos nos mercados mais fortes – Angola e Brasil – têm contribuído para manter esta tendência mundial. Felizmente, a tendência parece estar a alterar-se para a TAP, uma vez que os dados do último trimestre de 2016 sugerem alguma recuperação.​

Novas rotas, novos desafios​

O produto do negócio da TAP Cargo é criado, necessariamente, pelo do negócio de passageiros. Neste sentido, e de acordo com José Anjos, “a estratégia passa muito por seguir as rotas que nos são postas à disposição. Essas rotas são-nos oferecidas para nós otimizarmos. Podem ser boas rotas de carga ou não, mas temos de trabalhar com aquilo que temos. Face àquilo que temos, a estratégia é nitidamente otimizar os Estados Unidos da América.”
​Os novos destinos nos EUA – Nova Iorque JFK e Boston – são, assim, o maior desafio que a Carga vai enfrentar este ano. Uma vez que são uma das maiores apostas da Companhia, é clara a necessidade de ter uma estratégia concertada, no sentido de atingir uma receita satisfatória em todos esses voos.
​São os voos de longo curso os mais relevantes para o transporte de carga em matéria de negócio. É no longo curso que se desenvolvem os grandes negócios e onde a receita está baseada. É por isso que os novos destinos na América do Norte representam a prioridade número um da TAP Cargo, como confirma o seu Diretor: “Miami, por exemplo, sempre foi um bom voo, portanto os desafios são sobretudo Nova Iorque e Boston. E também o próximo destino, Toronto.”
E é precisamente no Canadá, país que negociou recentemente um acordo económico com a União Europeia (CETA - Comprehensive Economic and Trade Agreement), que está a prioridade da TAP Cargo no que diz respeito à expansão da sua rede de vendas.

A TAP Carga pelo mundo inteiro

Tem sido feito um esforço contínuo de alargar a rede logística da Carga. Não existem agentes de vendas TAP em todo o mundo e é um trabalho constante o de tentar ter mais agentes em mais locais, tarefa nem sempre fácil. É necessário que exista um interesse por parte do agente em representar a TAP e é fundamental que sejam estudados os métodos de parceria, bem como, obviamente, as possibilidades de transportar carga para esse local. A verdade é que a rede vai sendo alargada, muitas vezes para sítios improváveis, como o Bangladesh, onde a TAP tem um representante de vendas.
“Temos de estar atentos, porque a verdade é que não temos em todo o lado, e as coisas têm de ser feitas com algum percurso. Vamos caminhando nessa direção. Faz também parte do nosso projeto aumentar essa rede para fazermos mais vendas”, remata José Anjos.
A par desta expansão, mantem-se a necessidade de intensificar os acordos com outras companhias, fundamentais para garantir o acesso a destinos para os quais a TAP não voa mas que têm potencial no que diz respeito à carga.​

Mais apostas para 2017: produtos farmacêuticos e correio

A prioridade número dois para a estratégia em 2017, de acordo com o Diretor da TAP Cargo, é a aposta do transporte dos produtos farmacêuticos, na sua modernização, na especialização do serviço e na superação da concorrência.
Na reunão de vendas deste ano, foi ainda novidade a assinatura do contrato de global partnership (parceria global) entre a TAP Cargo e a va-Q-tec, cujos contentores possuem uma tecnologia altamente avançada que permitirá uma maior qualidade no transporte de bens sensíveis, como é o caso dos produtos farmacêuticos.​

foto3(3).jpg 
José Anjos, Diretor da TAP Cargo, após a assinatura do contrato com Katharina Leibacher, Diretora de Parter Alliancess & Business Development da va-Q-tec
 
 
No que diz respeito ao transporte de correio, último ponto referido por José Anjos, as perspetivas são muito positivas: “É uma área em que intensificámos a nossa atenção, arranjámos um novo sistema informático de correio e estamos a recuperar muitos clientes que tínhamos perdido por deficiente controlo daquilo que fazíamos. Temos uma ferramenta nova que nos está a trazer novos clientes e vamos de certeza continuar a aumentar este ano.”
A atividade da TAP como companhia aérea é, assim, mais do que o reboliço nos aeroportos, o embarque e desembarque de passageiros, em suma, aquilo que é visível imediatamente. Não são apenas pessoas que embarcam com as suas bagagens. Em paralelo decorre o negócio do transporte de carga, que conta com pessoas dedicadas em fazer chegar ao seu destino os mais diversos bens urgentes, de muitas proveniências, o mais rápida e eficazmente possível. Este é um negócio fundamental para a TAP, que cresce com ela e que faz parte do seu sucesso.​
 

11 dezembro 2018

Clique para abrir

09 novembro 2018

Clique para abrir

04 outubro 2018

Clique para abrir

07 setembro 2018

Clique para abrir

07 agosto 2018

Clique para abrir

05 julho 2018

Clique para abrir

20 junho 2018

Clique para abrir

06 junho 2018

Clique para abrir

07 maio 2018

Clique para abrir

13 abril 2018

Clique para abrir

05 março 2018

Clique para abrir

20 fevereiro 2018

Clique para abrir

05 fevereiro 2018

Clique para abrir

22 janeiro 2018

Clique para abrir

08 janeiro 2018

Clique para abrir

22 dezembro 2017

Clique para abrir

07 dezembro 2017

Clique para abrir

24 novembro 2017

Clique para abrir

20 novembro 2017

Clique para abrir

10 novembro 2017

Clique para abrir

27 outubro 2017

Clique para abrir

13 outubro 2017

Clique para abrir

29 setembro 2017

Clique para abrir

15 setembro 2017

Clique para abrir

01 setembro 2017

Clique para abrir

31 julho 2017

Clique para abrir

21 julho 2017

Clique para abrir

17 julho 2017

Clique para abrir

07 julho 2017

Clique para abrir

28 junho 2017

Clique para abrir

23 junho 2017

Clique para abrir

12 junho 2017

Clique para abrir

02 junho 2017

Clique para abrir

26 maio 2017

Clique para abrir

12 maio 2017

Clique para abrir

08 maio 2017

Clique para abrir

28 abril 2017

Clique para abrir

13 abril 2017

Clique para abrir

31 março 2017

Clique para abrir

17 março 2017

Clique para abrir

03 março 2017

Clique para abrir

02 fevereiro 2017

Clique para abrir

19 janeiro 2017

Clique para abrir

05 janeiro 2017

Clique para abrir

22 dezembro 2016

Clique para abrir

08 dezembro 2016

Clique para abrir

24 novembro 2016

Clique para abrir

10 novembro 2016

Clique para abrir

27 outubro 2016

Clique para abrir

13 outubro 2016

Clique para abrir

04 outubro 2016

Clique para abrir

29 setembro 2016

Clique para abrir

15 setembro 2016

Clique para abrir