Sign In
Destaques; WHAT'S!UP; WHAT'S!UP ME
TAP conquista 9.5 M€ em Fundos Europeus

​ 

A TAP, integrada num consórcio europeu que inclui o Chipre, a Roménia e a Eslováquia, concorreu a Fundos Europeus com o projeto SPICE (Synchronised PBN Implementation Cohesion Europe) e ganhou.

O projeto é coordenado pelo Eurocontrol - a Organização para a Segurança da Navegação Aérea composta por Estados contratantes e pela União Europeia - e reúne, entre companhias aéreas e prestadores de serviços de tráfego aéreo, um total de 11 parceiros. Em Portugal, para além da TAP integram também este consórcio a NAV Portugal e a SATA.

A equipa que liderou o projeto é constituída por António Aguiar, Diretor de Suporte Técnico das Operações de Voo, e Gonçalo Carpinteiro e Joel Ferreira da Manutenção e Engenharia. Contou ainda com o envolvimento de Teresa Lopes, Diretora das Finanças Corporativas e de Magalhães Ferreira do Gabinete Jurídico.

 

Joel Ferreira, António Aguiar e Gonçalo Carpinteiro

Os constrangimentos no tráfego aéreo europeu

A Comissão Europeia lança anualmente um concurso (Call) dentro da iniciativa do Céu Único Europeu que tem como objetivo reconhecer boas práticas no desenvolvimento da aviação e distinguir projetos inovadores que tenham um impacto positivo na gestão do tráfego aéreo.

Quem conhece a atividade do transporte aéreo reconhece que a gestão do tráfego aéreo no espaço europeu apresenta ineficiências. Todos os países têm o seu espaço aéreo e a gestão dos voos é feita de uma forma muito fragmentada. Esta questão é sentida, com frequência, quando em viagem chegamos aos aeroportos de destino e o nosso avião anda às voltas, junto com outros, porque há uma lista de espera de aviões a querer aterrar ao mesmo tempo.

É hoje aceite que a gestão dos voos é ineficiente porque a informação não se encontra integrada e nesse sentido são admitidos os diversos efeitos nocivos desta situação, passando pela emissão de CO2 para a atmosfera, à perda de competitividade das empresas de transporte aéreo europeias face às suas congéneres de outros continentes, a perda de tempo para os passageiros, entre outros.

A valorização da frota TAP

Numa tentativa de melhorar a situação, a Comissão Europeia propõe-se investir dinheiro em soluções para este constrangimento. Algumas soluções desenvolvidas, designadamente a capacidade RNP AR (Required Navigation Performance Authorisation Required) vão permitir uma melhor gestão do tráfego aéreo.

Para que esta capacidade RNP AR possa ser utilizada, as companhias aéreas, entre as quais a TAP, têm que fazer modificações às suas frotas para que as novas soluções tecnológicas sejam suportadas. Também as empresas gestoras de tráfego aéreo terão de fazer alterações à infraestrutura em terra e em alguns casos até os aeroportos têm que fazer alterações à infraestrutura aeroportuária. Todas estas ações implicam avultados investimentos.

Os fundos europeus

A TAP sendo conhecedora destas novas soluções e que estas poderiam estar abrangidas por fundos da Comissão Europeia para a sua implementação concorreu a esses incentivos. Com este projeto conseguiu financiamento para dotar a sua frota das novas capacidades e, com o mesmo processo, conseguirá ainda implementar alterações a que estava obrigada a efetuar, a muito curto prazo, e para as quais teria de utilizar recursos próprios num montante estimado de cerca de 8.7 M€.

As adaptações previstas no projeto da TAP estão orçamentadas em €11.184.175, o maior valor entre todos os membros do consórcio, e vão ser financiadas em €9.506.548,75, ou seja, 85% do total.

O projeto SPICE foi aprovado no âmbito da Call CEF (Connecting Europe Facility) 2015. A TAP irá submeter três propostas de projetos na Call CEF 2016, que encerrará a 7 de Fevereiro de 2017.

 

11 dezembro 2018

Clique para abrir

09 novembro 2018

Clique para abrir

04 outubro 2018

Clique para abrir

07 setembro 2018

Clique para abrir

07 agosto 2018

Clique para abrir

05 julho 2018

Clique para abrir

20 junho 2018

Clique para abrir

06 junho 2018

Clique para abrir

07 maio 2018

Clique para abrir

13 abril 2018

Clique para abrir

05 março 2018

Clique para abrir

20 fevereiro 2018

Clique para abrir

05 fevereiro 2018

Clique para abrir

22 janeiro 2018

Clique para abrir

08 janeiro 2018

Clique para abrir

22 dezembro 2017

Clique para abrir

07 dezembro 2017

Clique para abrir

24 novembro 2017

Clique para abrir

20 novembro 2017

Clique para abrir

10 novembro 2017

Clique para abrir

27 outubro 2017

Clique para abrir

13 outubro 2017

Clique para abrir

29 setembro 2017

Clique para abrir

15 setembro 2017

Clique para abrir

01 setembro 2017

Clique para abrir

31 julho 2017

Clique para abrir

21 julho 2017

Clique para abrir

17 julho 2017

Clique para abrir

07 julho 2017

Clique para abrir

28 junho 2017

Clique para abrir

23 junho 2017

Clique para abrir

12 junho 2017

Clique para abrir

02 junho 2017

Clique para abrir

26 maio 2017

Clique para abrir

12 maio 2017

Clique para abrir

08 maio 2017

Clique para abrir

28 abril 2017

Clique para abrir

13 abril 2017

Clique para abrir

31 março 2017

Clique para abrir

17 março 2017

Clique para abrir

03 março 2017

Clique para abrir

17 fevereiro 2017

Clique para abrir

19 janeiro 2017

Clique para abrir

05 janeiro 2017

Clique para abrir

22 dezembro 2016

Clique para abrir

08 dezembro 2016

Clique para abrir

24 novembro 2016

Clique para abrir

10 novembro 2016

Clique para abrir

27 outubro 2016

Clique para abrir

13 outubro 2016

Clique para abrir

04 outubro 2016

Clique para abrir

29 setembro 2016

Clique para abrir

15 setembro 2016

Clique para abrir